CotidianoTodasJustiça concede liberdade para acusado de matar transexual tupãense em Marília

Marilia Noticias Marilia Noticias27 de dezembro de 2019
https://i1.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2019/12/homicidio-marilia2.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

 Justiça expediu o alvará de soltura para Leonardo Cafer Júnior, de 44 anos, acusado de matar a transexual Marcelle Bandina, de 23 anos, em 9 de dezembro em um motel em Vera Cruz (distante 17 quilômetros de Marília).

O delegado Valdir Tramontini da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Marília confirmou ao Marília Notícia que a Justiça atendeu o pedido da defesa do réu.

Leonardo é casado, tem filhos e mora em Oriente. Ele vai responder por homicídio qualificado e deverá passar por júri popular.

Confissão

Em 11 de dezembro o acusado prestou depoimento na DIG e confessou o crime.

“Ele esclareceu que chegou sozinho no motel, ficou aguardando a vítima, com a qual havia combinado um programa através de um aplicativo. Segundo ele, a vítima chegou no local exaltada, aparentemente drogada, e por esse motivo o acusado desistiu do programa. Ele teria efetuado o pagamento de R$ 100 que havia sido combinado, porém a vítima também teria lhe solicitado o pagamento do transporte de R$ 60. O autor efetuou o pagamento com uma nota de R$ 50 e outra de R$ 20 e pediu o troco de R$ 10. Isso teria irritado bastante a vítima, que passou a exigir a quantia de R$ 500, em seguida valores maiores e começou a extorqui-lo, alegando que se ele não desse o dinheiro a vítima iria expô-lo nas redes sociais, prejudicando o autor e seus familiares”, contou o delegado.

Ainda segundo Tramontini, o autor disse que em determinado momento Marcelle teria investido contra ele com tapas e unhadas – o homem apresenta pequenos ferimentos -, mas ele conseguiu aplicar uma gravata na vítima até que ela desfalecesse.

Foi instaurado pela DIG o inquérito policial para apuração de homicídio doloso. O acusado teve a prisão temporária decretada. O médico legista que realizou o exame necroscópico confirmou que a causa da morte foi asfixia.





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]

error: Content is protected !!