CotidianoDestaqueTodasNós Entrelaçadas: Convívio, cultura, arte e bem estar. Mulheres se entrelaçam em projeto de intervenção urbana e melhoria da qualidade de vida.

Redação Redação11 de setembro de 2019
https://i0.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2019/09/entrelacadas4-.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

Parem, respirem e agora podem ler… Com calma, sem a correria cotidiana. Uma leitura obrigatória para as mulheres, e fundamental para os homens. 

A ideia surgiu de duas amigas, mas qual é a ideia? No princípio Rossana Cilento e Telma Ribeiro pensaram em criar algo relacionado a arte para impactar o espaço urbano, mas como? Através da arte! Não só de dança, teatro e canto que se faz arte, mas também daquilo que sempre foi cultivado em tempos passados. 

Historicamente todas as mulheres, isso no começo do século passado, sabiam costurar, bordar, tecer e várias outras atividades relacionadas aos “cuidados” com as roupas de casa. Qual impedimento em se resgatar isso e “construir” algo para a cidade.

Em conversas regadas a muito café e alegria o grupo foi se criando, e porquê não, se entrelaçando. Logo foram chegando mais e mais mulheres, como as amigas Adriana Spinardi e Milena Sanches que atualmente compõe a diretoria das Entrelaçadas. 

Atualmente são mais de 60 mulheres que estão produzindo uma tenda! Sim uma tenda, cada mulher produz um metro quadrado de sua escolha, seja bordado, seja crochê, seja costura, seja amarração, seja o que for, tudo se entrelaça, em quando se entrelaça se torna parte do todo. 

No princípio a ideia era criar uma intervenção urbana, sim e ela irá acontecer, dias 12 de outubro, uma tenda entrelaçada, construída por várias mulheres vai surgir na Praça da Bandeira, mas antes disso, desde fevereiro, as mulheres estão se entrelaçando, conversando, convivendo e VIVENDO…

Cada uma faz seu metro, como elas chamam, em casa, e uma vez por mês há um encontro, que para além de juntar os metros, se juntam as histórias, se juntam as vivências, se junta a vida! 

Nos encontros pode-se falar de tudo, menos do que cause dor, menos do que cause desconforto, menos de “política, menos de problemas e sim MAIS de união, MAIS de amor, MAIS de Felicidade, MAIS de Alegria! 

Pareceu utopia, mas você já tentou tirar três horas por mês só pra falar de coisas boas??? É possível???

No princípio era a intervenção urbana, hoje é a intervenção interna, individual, no âmago mais intimo, que acaba florescendo em “um metro” que vai compor a tenda das “Nós Entrelaçadas”. 

Um projeto de mulheres! Sim MULHERES no plural, onde cada uma traz sua individualidade para compor uma tenda de arte que presenteará Tupã nos seus 90 anos! 

Durante o bate-papo com as Entrelaçadas eu pude perceber o quanto corremos e nos agitamos durante o dia-a-dia, e como é necessário parar, respirar e as vezes, apenas conversar e tudo se transforma em algo mais claro. Essa é uma das propostas do grupo, que as mulheres se permitam a esse tempo de respiro, de suspiro, de entrelaçamento com coisas distintas da correria cotidiana. 

Essa é apenas uma história que acontece, hoje, em Tupã, mas que já está rompendo fronteiras, e nós do Mais Tupã! temos o prazer de tentar transmitir a vocês, nosso muito obrigado as “Nós Entrelaçadas” e amiga Márcia Zômpero, em breve mais matérias “Nós Entrelaçadas”.





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]

error: Content is protected !!