SaúdeTodasEm Tupã não está liberada a vacina de sarampo para bebês menores de 12 meses. Prefeitura aguarda liberação da Regional de Saúde para ampliar vacinação contra sarampo

Redação Redação22 de agosto de 2019
https://i1.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2019/08/sarampo-1.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

A partir desta quinta-feira (22), bebês a partir de 6 meses e menores de 12 meses devem receber a dose extra contra o sarampo. A determinação é do Ministério da Saúde já que esse grupo pode ter complicações da doença e em casos mais graves até chegar a óbito. No entanto, em Tupã, os postos de saúde não estão realizando a vacinação.

Segundo a Prefeitura Municipal de Tupã, o município não recebeu nenhuma orientação oficial do estado sobre a determinação do Ministério da Saúde, por isso as doses da tríplice viral – contra Sarampo, Caxumba e Rubéola – não estão sendo disponibilizada para esse público. 

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informou que está em diálogo com o Ministério da Saúde para alinhamento das diretrizes quanto à estratégia de vacinação contra o sarampo, bem como sobre o abastecimento da rede estadual com doses extras para imunização de rotina, continuidade de ações de bloqueio diante da notificação de casos suspeitos da doença, bem como a vacinação de bebês de 6 meses a menores de 12 meses.

Até que isto ocorra, São Paulo segue realizando a estratégia previamente definida pelo Ministério, para vacinar contra sarampo bebês nessa faixa etária que residem ou têm viagens programadas para cidades com casos confirmados da doença. 

Também em nota, o Ministério da Saúde esclarece que realizou na última segunda-feira (19) vídeo conferência com os estados, incluindo São Paulo, para informar da nova orientação de vacinar todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias, que ainda não receberam a dose extra da tríplice viral (dose zero).

A pasta esclarece ainda que, a partir dessa reunião, cabe aos estados repassar a orientação aos municípios. A pasta reitera que esta estratégia é excepcional e articulada com representantes dos estados e municípios.

Em nota a Prefeitura de Tupã, também esclarece que as unidades de saúde tupãenses dispõem de doses suficientes para atender todas as crianças entre 6 meses e menos de 1 ano e que só está aguardando a liberação da Diretoria Regional de Saúde para iniciar a vacinação.

Uma nova reunião está sendo convocada pela Diretoria Regional de Saúde de Marília para esta sexta-feira, quando novas deliberações sobre a vacinação contra sarampo podem ser anunciadas.

A Prefeitura de Tupã também pede a compreensão dos pais e esclarece que as secretarias municipais de saúde não podem iniciar qualquer tipo de vacinação sem a autorização da Diretoria Regional e garante que todas as unidades de saúde de Tupã estão preparadas para imunizar a nova faixa etária contra sarampo assim que a vacinação for liberada, finaliza a nota.

Dose zero

A aplicação da chamada “dose zero” visa proteger as crianças e não será contabilizada no calendário nacional de vacinação da criança, ou seja, os pais ou responsáveis deverão levar as crianças aos postos para receber a tríplice viral aos 12 meses e também aos 15 meses para aplicação do reforço com a tetra viral, que protege também contra varicela.

Após a aplicação da “dose zero”, é preciso aguardar pelo menos 30 dias para aplicação da tríplice aos 12 meses, como prevê o calendário.

Neste ano, até o momento, há 1.797 casos confirmados no Estado; destes, 73% se concentram na capital, com 1.314 casos.





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]

error: Content is protected !!