RegiãoTodasMãe tem prisão temporária decretada após morte de filho de 7 meses em Barra Bonita

Redação Redação4 de abril de 2019
https://i0.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2019/04/barra.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

Uma moradora de Barra Bonita (SP), de 29 anos, teve a prisão temporária decretada após a morte do filho, um bebê de sete meses. A criança morreu no dia 17 de março.

A mulher que não teve a identidade revelada está presa desde a semana passada e foi encaminhada para a penitenciária feminina de Pirajuí (SP).

Um boletim de ocorrência foi registrado na data como morte suspeita. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou morte por estrangulamento provocada por asfixia mecânica, quando é causada por um agente externo. Após o resultado do exame, a Polícia Civil decidiu abrir um inquérito policial.

A mãe relatou em depoimento que quando foi pegar o filho no berço, por volta das 9h de 17 de março, o menino estava desacordado e “gelado”. Neste dia, ela teria amamentado às 6h da manhã. Quando viu o filho desacordado teria acionado o socorro, informou a polícia.

O exame também apontou que o bebê já estava morto há muitas horas, quando chegou no hospital.

Diante dos indícios, o delegado responsável pelo caso Rodrigo Berbert Pereira acionou o Ministério Público e pediu na Justiça a prisão temporária por 30 dias, até que pudesse concluir as investigações sobre o caso.

Segundo o delegado, a investigação vai apurar se a mãe tem relação direta com a morte da criança ou se houve omissão de socorro.

“Ela, como mãe, é responsável em garantir a segurança da criança. Ainda não sabemos o que realmente ocorreu, se ela teria contribuído ativamente para o asfixiamento do bebê ou teria sido omissa em relação a alguma situação de risco. Ainda estamos no início do inquérito.”





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]