PolíticaTodasCPE dos Pedágios realizou Audiência Pública na Câmara Municipal de Tupã.

Cerca de 50 pessoas estiveram presentes.
Jornal Diário Tupã Jornal Diário Tupã14 de março de 2019
https://i0.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2019/03/audiencia-publica1.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

A Comissão Parlamentar Especial (CPE) instaurada pela Câmara Municipal para estudar o processo de concessão da SP-294 à iniciativa privada, presidida pelo vereador Paulo Henrique Andrade e composta por Eduardo Akira Edamitsu (vice-presidente) e Alexandre Scombatti (relator), realizou na noite de terça-feira uma audiência pública com o objetivo de coletar manifestações da população para posterior encaminhamento ao governo do Estado.

O evento contou com a participação de cerca de 50 tupãenses e foi prestigiado também pelo prefeito José Ricardo Raymundo, pelos vereadores Telma Tulim, Charles dos Passos e Antônio Carlos Meirelles, além do secretário Municipal de Relações Institucionais, Valdo Pereira, e o secretário de Assuntos Jurídicos da Câmara, Eliseu Borsari Neto.

Durante a sessão, foram distribuídos formulários para que os tupãenses pudessem apresentar sugestões, fazer comentários ou críticas à decisão tomada pelo governo. Estes documentos foram entregues aos representantes da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) durante evento realizado na manhã de ontem, em Rancharia. “A participação popular é muito importante para auxiliar e orientar nosso trabalho. O objetivo desta CPE é apurar a situação em todas as suas vertentes. Se houver qualquer possibilidade de impedir a instalação das praças de pedágio, iremos trabalhar para que isso ocorra, inclusive por vias judiciais, se for possível. Entretanto, temos que estar preparados para qualquer situação e, por isso, atuamos também em uma segunda linha, que é pedir o máximo de benefícios como contrapartida das concessionárias e reduzir ao máximo o valor das tarifas”, detalhou o vereador Paulo Henrique Andrade.

“Nosso trabalho prossegue. Depois de participar de todas as audiências que aconteceram em nossa região, nas cidades de Bauru, Osvaldo Cruz e Rancharia, teremos uma audiência com a superintendência da Artesp em São Paulo, para falar sobre o posicionamento da população com relação ao tema e apresentar contrapropostas, caso não seja possível evitar a concessão da rodovia SP-294”, declarou o relator da CPE, vereador Alexandre Scombatti.

“Se o processo de concessão for concretizado, é preciso trabalhar para que nosso município receba investimentos por parte da empresa vencedora. Por isso, em uma das linhas de trabalho, estamos atuando para garantir que a manutenção das estradas vicinais seja feita por esta empresa. Estamos pedindo também a remodelação e iluminação dos três trevos já existentes, além da construção de trevos em frente ao 3º Distrito Industrial e na alça de acesso ao Distrito de Universo”, acrescentou o vereador Eduardo Akira Edamitsu, vice-presidente da CPE.

Na fase inicial de trabalho, a CPE instaurada pela Câmara levantou ainda outras carências e pretende apresentar ao governo do Estado a necessidade de se investir na implantação de uma rede de galerias para escoamento de águas pluviais e a construção de uma via marginal à SP-294, promovendo a interligação com o 3º Distrito Industrial e a instalação de uma passarela para pedestres em frente ao recinto da Exapit, entre outras melhorias.
“É importante frisar que, a exemplo da maioria da população, a nossa orientação, inicialmente, é contrária à instalação de praças de pedágio na região. Entretanto, nas audiências que participamos, ficou muita clara a posição do governo com relação à concessão da rodovia, por isso iremos trabalhar também para, caso isso ocorra, buscar o máximo de benefícios para o nosso município como contrapartida às tarifas que iremos pagar”, reiterou Paulo Henrique Andrade.

Encaminhamento

“Na manhã desta quarta-feira (ontem), estivemos em Rancharia para participar da audiência pública realizada pela Artesp. Neste encontro, além de manter contato com os técnicos da agência, entregamos todos os formulários preenchidos pelos tupãenses, que foram lidos e respondidos. Iremos continuar acompanhando e dando sequência ao trabalho. Nosso foco é deixar clara a posição de nossa população e garantir sua representatividade”, garantiu Eduardo Edamitsu.

Já o vereador Alexandre Scombatti lembrou que todos os temas levantados pela população durante a audiência pública realizada na última terça-feira, na Câmara Municipal, serão também apresentados à superintendência da Artesp, em audiência que será marcada pelo deputado estadual Ricardo Madalena. “Com esta CPE, temos condições de estudar profundamente o tema e, após esta avaliação, debater o assunto com os agentes responsáveis pelo processo, ou seja, os representantes do governo do Estado”, concluiu. 





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Loading...
Loading...

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]