DestaqueSaúdeTodasA beira de um surto de dengue, morador descobre que placas de trânsito de Tupã são criadouros em potencial

Redação Redação12 de março de 2019
https://i0.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2019/03/dengue.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

Em menos de três meses, Tupã já registra mais de 107 casos positivos de dengue. A prefeitura iniciou campanhas de conscientização sobre a limpeza, notifica proprietários de imóveis abandonados, mas muitos espaços públicos permanecem com acúmulo de sujeira e focos para proliferação de mosquitos.

Por mais que o poder público e a população tentem somar forças para combater a proliferação de mosquitos no município, eles podem estar se desenvolvendo agora em locais pouco prováveis. Para manter sua sobrevivência, o mosquito evolui e, nos últimos anos, têm depositado seus ovos em locais inimagináveis, como em reservatórios de água acoplados em geladeiras, por exemplo.
Com a evolução do mosquito, que vai se adaptando cada vez mais ao meio urbano, qualquer local que acumule água se torna um eventual criadouro. E eles estão cada vez mais escondidos e invisíveis aos olhos da população.
O Jornal Diário publicou no mês de abril de 2015 matéria sobre a adaptação dos mosquitos em novos criadouros, com depósito de ovos nos tubos de ferro que sustentam placas de trânsito. O assunto foi ignorado.
No último final de semana o empresário Breno Monteiro conferiu o acúmulo de água em um tubo de sustentação de placas de trânsito fixado entre as ruas Caingangs e Itapicurus.
Com auxílio de uma furadeira, o empresário fez pequenos furos no tubo de ferro que, em poucos instantes, começou a “jorrar” água. “É daí que vem a dengue, prefeito. Fica de olho aí”, disse em um vídeo postado nas redes sociais.

O empresário disse que busca parcerias para solucionar o problema de forma simples. A proposta de Monteiro é confeccionar tampas para fixar nos tubos de sustentação das placas e impedir a entrada de água nesses locais. Isso, aliás, já era para ter sido feito, mesmo com a improvisação de tampas, dentro de uma medida urgente.





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]