PolíticaTodasPrefeito José Ricardo Raymundo vê dificuldades na implantação de usina termelétrica em Tupã. Empresário do ramo diz que terreno aprovado pela Câmara atende as necessidades.

Projeto aprovado pela Câmara Municipal corre risco de ser engavetado
Redação Mais Tupã Redação Mais Tupã14 de fevereiro de 2019
https://i2.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2019/02/ricardo1.jpg?fit=1200%2C675&ssl=1

A Câmara Municipal aprovou recentemente o projeto de lei que prevê a venda do terreno de 15 alqueires localizado no Bairro Dom Quixote para implantação de infraestrutura do 4º Distrito Industrial que será construído nas proximidades da Camap.

O local seria desmembrado para instalação de uma usina termelétrica recicladora de lixo e um centro de distribuição de mercadorias. Segundo o prefeito José Ricardo Raymundo (PV) o empresário dono da usina termelétrica disse que o projeto seria inviável por questões econômicas. “O terreno do 4º Distrito fica longe e ele disse que seria inviável, levar a usina para o local, pois ia ficar mais caro”, salientou.
Vale lembrar que a usina paga cerca de R$ 1 milhão por quilômetro, na transferência de energia para a Unidade Rebaixadora, que no caso seria a Energisa. A proposta inicial previa a implantação da usina termelétrica em um terreno localizado nas proximidades do Trevo Principal, mais próximo da Energisa. “Ele ainda teria que investir na instalação da rede, e pagar indenização ao proprietários das áreas onde vão passar os equipamentos”, afirmou Raymundo.
Segundo o prefeito, a adequação de infraestrutura só pode ser realizada no 4º Distrito Industrial, após a quitação do terreno. “Está atrasado mas pagamos. Já estamos com a escritura do terreno. Mas o terreno ainda não foi pago. Enquanto não pagarmos o terreno, não vamos poder mexer na infraestrutura do 4º Distrito”, explicou.
O prefeito disse que deverá ser encaminhado um novo projeto para a Câmara Municipal solicitando o uso do dinheiro obtido com a venda do terreno do Bairro Dom Quixote, para quitação do terreno do Sítio Sabiá. O imóvel do Bairro Dom Quixote está avaliado em cerca de R$ 750 mil.
Segundo o Portal da Transparência, a Prefeitura de Tupã pagou à proprietária do imóvel, pela desapropriação do Sítio Sabiá, R$ 1.165.000,00. O valor empenhado para a compra do imóvel é de R$ 2,2 milhões, de acordo com o Portal da Transparência. Ou seja, mesmo com a venda do terreno do Bairro Dom Quixote, ainda serão necessários R$ 285 mil para quitar o terreno.

De acordo com o prefeito, após realizar os serviços de infraestrutura no 4º Distrito Industrial, será aberta licitação para uso do centro de distribuição que será instalado no local. “Irá utilizar o centro de distribuição quem apresentar a melhor proposta. Não há uma empresa definida”, afirmou.

Cabe ressaltar que no mesmo terreno, em um espaço de cerca de três alqueires, ao lado do 4º Distrito Industrial, a prefeitura pretende construir um novo Cemitério Municipal.

Repercussão

Após a repercussão negativa para o Governo, o Prefeito José Ricardo Raymundo falou ao programa de rádio “Rotativa no Ar”. O Prefeito disse que o caso ainda está sendo estudado pelo departamento jurídico da Prefeitura, e que não há, a princípio, nenhuma inconstitucionalidade no projeto, contrariando o que o “líder” do Prefeito na Câmara havia dito, mas que é uma questão econômica para as usinas termelétricas, não quererem se instalar no 4º Distrito Industrial, pela distância da unidade rebaixadora de tensão da Energisa. 

Em sua fala o Raymundo ainda deixou subentendido que seu Vice-prefeito Caio Aoqui, não teria tido seu aval para aprovação do projeto, mesmo o projeto viabilizando a geração de empregos. 

Empresários 

A Equipe do Mais Tupã! esteve, na tarde desta quinta-feira, em contato com pessoas ligadas a uma das usinas que possivelmente participará da licitação para obtenção de área para se instalar em Tupã, e o representante desmentiu o Prefeito José Ricardo, e disse que não há empecilho algum em instalar a usina no 4º Distrito Industrial, e que a área é bastante adequada para implantação do empreendimento. 

Com informações Jornal Diário de Tupã





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Loading...
Loading...

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]