CotidianoNotíciasTodasLeishmaniose

Redação Redação14 de janeiro de 2019

Em 2018 foram registrados 147 casos de leishmaniose.  

O município de Tupã fechou o ano de 2018 com 147 casos de leishmaniose confirmados. Desse total, dez casos de leishmaniose visceral foram confirmados em humanos e 137 animais foram diagnosticados com a doença.
De acordo com o responsável pelo Centro de Zoonoses, Robson Luís Pereira, não houve registros de mortes em humanos pela doença, no ano passado. Já os animais diagnosticados com a doença foram todos sacrificados.

Pereira explicou que a Prefeitura de Tupã intensifica o trabalho para combater a doença, com visitas e buscas ativas em casas de suspeitos de leishmaniose, em animais e humanos, visando um diagnóstico precoce da doença. “Além dos agentes que realizam as visitas, a prefeitura também conta com a ajuda da população, que faz a limpeza dos quintais retirando folhas e frutos caídos, fezes de animais e levando o animal de estimação frequentemente ao veterinário”, afirmou.
Segundo a prefeitura, neste ano ainda não  houve nenhum relato de casos de leishmaniose confirmados em humanos ou animais.
Outras informações e esclarecimento sobre os trabalhos e doença podem ser obtidos pelo telefone do CCZ: (14) 3404-2205.

Endemias

O Setor de Endemias informou que, no ano de 2018, foram registrados no município nove casos de dengue, três casos de chikungunya e 180 registros de picadas de escorpiões.
De acordo com a enfermeira responsável pelo setor de Endemias, Juliana Yuri Ueji Begnossi, não houve nenhuma morte por estas doenças durante o ano de 2018.  “A prefeitura tem trabalhado intensivamente com vistorias em imóveis visando a identificação e eliminação dos criadouros do mosquito ‘Aedes aegypti’, além de realizar o bloqueio e controle de criadouros e nebulização de locais onde casos de dengue são confirmados”, disse. “Quanto aos escorpiões, realiza vistorias onde há aparecimento ou picada, orientando o morador/proprietário sobre os possíveis abrigos ou locais que podem favorecer a entrada do animal nos imóveis”, acrescentou.
Vale lembrar que neste ano já foi registrada uma notificação de picada de escorpião e um caso de dengue, no município.

Outras informações sobre o trabalho realizado pelo setor podem ser obtidas pelo telefone: (14) 3404-2200. 

 

Fonte: Jornal Diário.





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]