RegiãoTodasFuga

Mariane Mariane19 de novembro de 2018
https://i2.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2018/11/pacaembu.jpg?fit=668%2C535&ssl=1

Homens armados resgatam um preso do Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu neste domingo. Grupo que ajudou na fuga foi preso na noite de domingo, em Lins.

Ao menos um preso fugiu do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Pacaembu na tarde deste domingo (18). O local abriga detentos que cumprem pena no regime semiaberto.

Segundo informações da Polícia Militar, um agente de segurança penitenciária avistou, da torre de vigilância, três pessoas se aproximando do alambrado da unidade – dois dos indivíduos estavam armados com revólveres.

Ainda de acordo com a PM, um alicate foi arremessado para dentro da unidade e um detento conseguiu cortar dois alambrados e fugir.

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que um dos comparsas do detento deu tiros para o alto.

O preso e as pessoas que o ajudaram na fuga entraram num Corsa e saíram sentido Flórida Paulista.

O veículo, posteriormente, foi encontrado às margens da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros.

A PM fez buscas em Pacaembu e em Flórida Paulista. Os trabalhos contaram com apoio de equipes da Força Tática e do helicóptero Águia, mas nenhum suspeito foi localizado.

Testemunhas disseram que viram duas pessoas – sem camisetas e vestidas com calças de cor semelhante as usadas pelos presos – entrarem em uma mata em Flórida Paulista, mas ninguém foi localizado.

No Corsa a polícia encontrou balas calibre 12.

Raio-x

A unidade prisional fica às margens da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros. Tem 5.400 metros quadrados e foi inaugurada em dezembro de 2001.

O CPP de Pacaembu está superlotado. Com capacidade para abrigar 686 presos, conta hoje com 1.914 detentos.

Em 2016, dois indivíduos haviam fugido do CPP de Pacaembu. Eles foram capturados no mesmo dia.

A cidade de Pacaembu conta com outra unidade prisional, a Penitenciária Ozias Lúcio dos Santos, onde cumprem pena detentos do regime fechado.

A Secretaria da Administração Penitenciária informou, em nota, que “por força da legislação brasileira”, as unidades do regime semiaberto não dispõem de muralha nem de vigilância armada.

“A permanência dos reeducandos se deve mais a auto-consciência do que a mecanismos de contenção, tanto que com autorização judicial, eles saem das unidades para se dirigir as residências de seus familiares durante as saídas temporárias”, diz a SAP.

Presos

Segundo a polícia de Lins, elas foram abordadas pela Polícia Rodoviária em um carro na Rodovia Marechal Rondon, em Lins. No veículo, foram encontradas duas armas.

O grupo, três homens e duas mulheres, foi preso em flagrante e responderá por porte ilegal de arma e facilitação de fuga.

De acordo com a polícia, os suspeitos cortaram a cerca da penitenciária de regime semiaberto e também dispararam contra o vigia, mas ninguém se feriu. O detento que fugiu não estava com eles.

Fonte: G1

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso. https://portal.maistupa.com/termos-de-uso-comentarios-facebook/


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]