CotidianoNotíciasTodasParque indígena

Redação Redação8 de novembro de 2018

Parque Indígena fica para 2019 após nenhuma empresa comparecer na licitação.

A Prefeitura de Tupã abriu licitação para contratar empresa interessada na construção do Parque das Nações Indígenas, nas proximidades do trevo principal. O processo licitatório foi aberto, mas nenhuma empresa demonstrou interesse na execução da obra. Com isso, nenhum representante compareceu ao certame.
O prefeito José Ricardo Raymundo (PV) disse que a prefeitura dará sequência ao projeto e abrirá nova licitação, em data a ser definida pelo Poder Executivo. “Vamos reformular o edital para que isso aconteça”, disse.
Raymundo destacou que as obras solicitadas no local são “coisas simples” de serem realizadas. “Era cercar o espaço com uma tela quadriculada para ficar uma coisa mais bonita. Mas acho que as construtoras viram que não teriam muito lucro em cima disso. Por isso, não compareceram na licitação”, ressaltou. “Estava ‘louco’ para iniciar essa obra, para partirmos para a parte interna e dar sentido a esse projeto”, acrescentou.
A prefeitura não informou quando concluirá o novo edital, nem mesmo a data da nova licitação. Mas esta é uma obra que também ficará para o ano que vem. Até que uma nova licitação seja aberta e os prazos sejam cumpridos, será preciso pelo menos dois meses.
Vale lembrar que o convênio para essa obra foi  assinado no ano de 2017. Como se observa, as coisas parecem não andar. Isso ocorre, porém, por falta de recursos.
Os recursos liberados para a construção do Parque das Nações Indígenas são de cerca de cerca de R$ 1,7 milhão. Cabe ressaltar que o governo estadual contingenciou outros R$ 600 mil, que serão investidos futuramente no projeto. Os recursos destinados para essa obra serão de cerca de R$ 2,3 milhões. Mas será preciso uma contrapartida de cerca de R$ 600 mil.
Com o projeto, a prefeitura pretende investir e fomentar a cultura indígena do município. Na verdade, é preciso admitir que a cidade já tem parque demais. O Parque Ecológico, por exemplo, ainda nem terminou. Ao mesmo tempo, a falta de recape de ruas pode ser o fator mais preponderante para afastar turistas e mesmo os tupãenses das ruas. 

 

Fonte: Jornal Diário.





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]