CotidianoDestaqueTodasFeijoada do Bem

Redação Redação5 de novembro de 2018
https://i0.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2018/11/feijoada4.jpg?fit=668%2C535&ssl=1

Feijoada do Bem que acontecerá na Água doce Cachaçaria arrecadará recursos para o CERVIDA e para Santa Casa de Tupã. 

A Água Doce oferecerá um almoço beneficente no próximo dia 8 de dezembro, das 11 às 15 horas, para colaborar com as despesas da Santa Casa e do Cervida (Centro de Estudos e Recuperação para a Vida). O almoço contará com feijoada, acompanhamentos e bebidas.
Segundo o proprietário da rede Água Doce, Delfino Golfeto, a campanha “Feijoada do Bem” teve início através de uma conversa informal entre amigos que discutiam os problemas que atingem essas instituições.  “Estive conversando com o doutor Emílio e decidimos fazer algo em prol da Santa Casa e do Cervida. Fico feliz por poder contar com vários amigos, como o Paulo Matias e o doutor Veline, que também estão nos ajudando nessa causa”, afirmou.
Gimenez destacou as dificuldades que os hospitais enfrentam para manter seus atendimentos. E lembrou que em Tupã a situação também acomete a Santa Casa. “A Santa Casa tem uma demanda muito grande, ainda mais agora, que o Hospital São Francisco está atendendo somente pacientes filiados à Unimed e particular. Nada mais justo sairmos atrás de benefícios para a Santa Casa”, disse.
O juiz de Direito explicou que não se esqueceu do Cervida, instituição que criou em Tupã para atendimento de pessoas com problemas de alcoolismo e dependentes de drogas. “O Cervida passa por dificuldade, inclusive para cumprir com sua folha de pagamento”, ressaltou Gimenez, ao destacar o caso de um funcionário demitido da entidade, que precisa receber indenizações trabalhistas.

O magistrado destacou que Golfeto prontamente disponibilizou sua empresa para iniciar “uma nova caminhada em busca de benefícios para as instituições”.
Vale lembrar que o evento será realizado voluntariamente e os recursos obtidos com a venda dos convites serão repassados integralmente para a Santa Casa e o Cervida.
O membro da Irmandade da Santa Casa, Alberto Martins, afirmou que cuidar de uma instituição de saúde está cada vez mais difícil, devido a falta de repasses do Poder Público. “O primeiro corte do governo é sempre o da saúde”, salientou.
Por conta desse cenário incompatível, Martins ressaltou que a Santa Casa realiza promoções com a venda de produtos para manter os pacientes com alimentação, medicamentos e outros atendimentos. “Nossa luta é terrível, mas fica mais leve quando com todos nos ajudam”, afirmou.
Martins destacou ainda os gastos do hospital para manter o Setor de Oncologia. “É muito gasto, mas poderíamos perder esses atendimentos para a cidade de Ourinhos. Os pacientes teriam que ir para lá duas ou três vezes por semana”, afirmou.
Cabe ressaltar que a promoção irá vender 300 convites a R$ 100,00. Os convites podem ser obtidos na Santa Casa, Água Doce e no Fórum da Comarca.

Fonte: Jornal Diário de Tupã





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]