CotidianoDestaqueTodasSaúde

Mariane Mariane28 de setembro de 2018
https://i0.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2017/11/santa-casa-tupa.jpg?fit=668%2C535&ssl=1

Pronto socorro da Santa Casa de Tupã não atenderá mais demanda espontânea. Quem precisar de atendimento médico deverá procurar a UPA. A partir de segunda-feira Santa Casa só atenderá ambulâncias, Resgate  e convênios.

A partir da próxima segunda-feira, dia 1º de outubro, a Santa Casa de Tupã irá referenciar seus atendimentos de pronto-socorro. Os casos atendidos  no local deverão ser encaminhados pela UPA (Unidade de Pronto Atendimento), unidade resgate do Corpo de Bombeiros ou convênios. 
Simplificando: os atendimentos não serão mais realizados por livre demanda e precisarão de encaminhamentos médicos ou de outros serviços para serem realizados. Dessa forma, os pacientes deverão procurar, primeiramente, a UPA, para depois, se necessário, serem encaminhados para o pronto-socorro da Santa Casa.
Isso significa que não adianta o paciente ir até o PS da Santa Casa, mesmo que seja de madrugada, com algum tipo de problema de saúde, que não haverá o atendimento. Todos os dias da semana, 24 horas por dia, primeiro será preciso ir na UPA, que vai avaliar a situação e definir se o caso é de encaminhamento ao hospital.
Nova estrutura
O secretário Municipal de Saúde, Laércio Garcia, disse que a medida será implantada atendendo uma decisão do Tribunal de Contas, em relação à reestruturação do serviço e requalificação da UPA como unidade de saúde. “Houve necessidade de colocar mais um médico na UPA. Usamos de um refúgio para acertar esse serviço referenciando o pronto-socorro da Santa Casa”, afirmou.
O pronto-socorro da Santa Casa manterá seus atendimentos médicos, mas com atendimento prévio. “Todo atendimento clínico e de urgência que houver no município, vai passar primeiro pela UPA”, disse o secretário Municipal de Saúde. “O médico da UPA é que vai encaminhar esse paciente para a Santa Casa, se achar que isso é necessário”, acrescentou.
Segundo Garcia, a população contará com os mesmos atendimentos, mas explicou que eles acontecerão em outro local. “Ele vai ser feito primeiramente na UPA. Depois o médico vai referenciar ele para a Santa Casa. Haverá um médico aqui à disposição 24 horas para recepcionar essa demanda”, disse.
Vale lembrar que os outros municípios continuarão encaminhando suas demandas para o pronto-socorro da Santa Casa, porém, com atendimento prévio – exceto os municípios de Arco-Íris e Queiroz, que não possuem serviço de saúde no período da noite. 
A orientação da Secretaria Municipal de Saúde é que o paciente procure primeiramente a UPA para ser atendido que, a partir do mês que vem, contará com dois médicos de plantão. “A equipe de médicos é estruturada, a UPA está composta com salas de observação e manutenção, como se fosse uma UTI”, afirmou Garcia.
De acordo com o secretário, o paciente terá condições de aguardar na UPA estabilizado até 36 horas, para depois ser transferido para uma UTI, se for o caso. “Ele será encaminhado por um outro profissional ou serviço para ser atendido na Santa Casa”, disse. “Fizemos a escala de atendimento e a UPA contará com dois médicos no período de 24 horas, como era na Santa Casa”, disse. 
Cabe ressaltar que a partir do mês que vem, ou seja, próxima segunda-feira, a Santa Casa contará com um médico de plantão no pronto-socorro.
Enfermeiro
O enfermeiro chefe do pronto-socorro, José Marcos Garcia, explicou que a Santa Casa será referenciada para atender e dar prosseguimento aos casos mais graves. Nos casos mais simples, a equipe da Santa Casa irá direcionar os atendimentos para a UPA. “Aquele que tiver necessidade, será atendido aqui. Pedimos a compreensão da população”, disse.
Garcia explicou que a medida compreende uma determinação da UPA, responsável pelo serviço primário e pronto atendimento. “Essa é uma norma do Ministério da Saúde. Tentamos caracterizar esses atendimentos de forma correta com orientações gerais à população”, salientou.
Atualmente, o pronto-socorro da Santa Casa conta com grande fluxo de pacientes. Durante os atendimentos, a equipe de enfermagem faz o acolhimento no pronto-socorro, verifica os sinais vitais do paciente e, de acordo com a necessidade, prioriza os atendimentos. “É um atendimento que está superlotado, a população vem sofrendo com isso. Sofremos juntos, estamos na ponta tentando organizar o serviço e vemos que a população tem a necessidade do atendimento. Temos pessoas que esperam muito ainda”, disse o enfermeiro chefe. “Infelizmente, é uma tentativa mais acertada de organizar o serviço e ficar melhor para a população. O doente que chegar com necessidade menor, vai ser referenciado para a UPA. E a Santa Casa fica com o segmento de maior complexidade”, completou. 
Demanda
De acordo com o secretário Municipal de Saúde, o município atende uma demanda de urgência e emergência quatro vezes maior do que o esperado. “As portas de urgência e emergência de Tupã chegam a atender cerca de 300 pacientes por dia. Quando deveríamos atender cerca de 60 pessoas”, afirmou.
Garcia explicou que o primeiro atendimento básico (que não é urgência ou emergência) deve ser feito na unidade básica de saúde. “A unidade vai encaminhar essa pessoa para a UPA, se for um atendimento que foge da capacidade de atendimento daquele local”, afirmou.
Segundo o secretário, muitos pacientes procuram atendimento na Santa Casa ou na UPA, diretamente, quando deveriam se dirigir à unidade de saúde de seu bairro, no caso de problemas mais simples de saúde. “Isso é o que vem superlotando os atendimentos”, afirmou. “Procuramos não decepcionar a população e acabamos atendendo, usando uma estrutura que está preparada para atendimento de urgência e emergência para atender uma consulta clínica, de uma dor nas costas ou de uma dor na perna, por exemplo, que está incomodando o paciente há uma semana”, concluiu.
O que se prevê, a partir da próxima segunda-feira, é uma superlotação na UPA. A expectativa é que o atendimento aos pacientes não seja prejudicado.
Fonte: Jornal Diário de Tupã

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso. https://portal.maistupa.com/termos-de-uso-comentarios-facebook/


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]