NotíciasSaúdeTodasHIV

Mariane Mariane24 de setembro de 2018

Neste ano, Tupã registrou 22 casos de HIV.

O Ambulatório de Moléstias Infecciosas informou que, neste ano, de janeiro até a última sexta-feira, notificou 38 novos casos de HIV, registrados nos municípios da microrregião.

Do total de novos casos registrados este ano, 22 foram de pacientes residentes em Tupã, 5 em Rinópolis, 3 em Osvaldo Cruz, 5 em Lucélia, 2 em Bastos e 1 em Inúbia Paulista.

Dos pacientes diagnosticados, 29 eram homens e apenas 9 eram mulheres. A faixa etária variou de 17 anos, no caso do paciente mais novo, até 66 anos, o mais velho.

Segundo a enfermeira do Ambulatório de Molés-tias Infecciosas de Tupã e coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids e Hepatites Virais de Tupã, Anaille Virgínia Genovez Michelotti, conhecer quanto antes a sorologia positiva para o HIV aumenta muito a expectativa de vida de uma pessoa que vive com o vírus, já que o intervalo de tempo decorrido entre a infecção até a primeira detecção do anticorpos anti-HIV produzido pelo sistema de defesa do organismo é de 30 dias. 

O município de Tupã oferece à população da região o PEP (Profilaxia Pós-Exposição ao HIV), sendo que o seu primeiro atendimento é realizado na Santa Casa de Tupã e os demais no Ambulatório de Moléstias Infec-ciosas. Trata-se de uma medida de prevenção à infecção do vírus até 72 horas após situação de risco de contato com o HIV, com a utilização de medicamentos antirretrovirais. O tratamento dura 28 dias e a pessoa deve ser acompanhada pela equipe do ambulatório por 6 meses. Importante: a PEP é uma medida de emergência e, por isso, não deve ser substituida à camisinha. 

O serviço público de saúde da cidade disponibiliza à população a distribuição de preservativos masculinos e femininos gratuitamente. Para maiores informações e para o caso da pessoa que não sabe onde retirar, basta ligar para o telefone (14) 3491-5640. Para fazer o teste de HIV e outras doenças como sífilis e hepatite B e C, basta ligar no mesmo número para agendar atendimento, ou comparecer na Rua Cherentes n° 951. 

HIV

O HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana, causador da Aids, que ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. O vírus se transmite através de relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e amamentação, quando não tomadas as devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante realizar o teste e se proteger em todas as situações.  

Os primeiros sintomas da Aids são muito parecidos com uma gripe, como febre e mal-estar. Por isso, a maioria dos casos passa despercebido. Já os sintomas mais comuns são febre, diarreia, suores noturnos e emagrecimento. No estágio mais avançado da doença, o indivíduo pode sofrer de hepatites virais, tuberculose, pneumonia, toxoplasmose e alguns tipos de câncer. 

A população chave que está inserida em contextos que aumentam suas vulnerabilidades e apresentam prevalência para o HIV superior à média nacional, que é de 0,4%, é formada por gays e homens que fazem sexo com outros homens, pessoas trans, pessoas que usam álcool e outras drogas, pessoas privadas de liberdade, e trabalhadoras do sexo.

No Brasil, todas as pessoas diagnosticadas com HIV recebem tratamento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), tratamento esse que traz vários benefícios para a infecção. 

 

 

Fonte: Jornal Diário.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso. https://portal.maistupa.com/termos-de-uso-comentarios-facebook/


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]