DestaquePolíciaTodasCondenação

Mariane Mariane13 de setembro de 2018
https://i0.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2018/09/forum-bastos.jpg?fit=668%2C535&ssl=1

Quadrilha de traficantes presos em Bastos é condenada e penas somadas ultrapassam os 450 anos. Investigação que deu início ao processo foi comandada pelo Dr. Sandro Resina Simões.

A Justiça da comarca de Bastos, no último dia 05 de setembro condenou a mais de 450 anos de prisão 15 integrantes de uma quadrilha responsável pelo tráfico de entorpecentes na região. A quadrilha foi presa em uma operação desencadeada pelo Dr. Sandro Resina Simões, no âmbito da Delegacia de Polícia de Bastos. 

O líder da quadrilha, Lucas Moraes Pompeu foi condenado ao todo a cumprir pena de 57 anos, pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação ao tráfico. Os demais comparsas receberam penas que variam de 49 anos de prisão, a 9 anos de prisão, todos em regime inicial fechado. A relação dos condenados e das penas aplicadas pelo Dr. Arthur Lutiheri Baptista Nespoli, Juiz de Direito da Comarca de Bastos:

  • Robson Willian Santos Costa – 49 (quarenta e nove) anos e 04 (quatro) meses de reclusão, além do pagamento de 5.133 (cinco mil, cento e trinta e três) dias-multa;
  • Flávio Henrique Meira Da Costa – 49 (quarenta e nove) anos e 04 (quatro) meses de reclusão, além do pagamento de 5.133 (cinco mil, cento e trinta e três) dias-multa;
  • Pedro Tamotsu Hashioka – 21 (vinte e um) anos de reclusão, além do pagamento de 2.425 (dois mil, quatrocentos e vinte e cinco) diasmulta;
  • Gildo Ramos Do Nascimento – 23 (vinte e três) anos e 04 (quatro) meses de reclusão, além do pagamento de 2.533 (dois mil, quinhentos e trinta e três) dias-multa;
  • Talita Ferreira Da Costa – 13 (treze) anos de reclusão, além do pagamento de 1.625 (mil seiscentos e vinte e cinco) dias-multa;
  • Jonathan Luan Brito Bezerra – 30 (trinta) anos e 04 (quatro) meses de reclusão, além do pagamento de 3.366 (três mil trezentos e sessenta e seis) dias-multa;
  • Silvio César Pereira Da Silva – 16 (dezesseis) anos de reclusão, além do pagamento de 1.887 (mil oitocentos e oitenta e sete) dias-multa;
  • Sérgio Coelho Romano – 23 (vinte e três) anos e 04 (quatro) meses de reclusão, além do pagamento de 2.533 (dois mil, quinhentos e trinta e três) dias multa;
  • Lucas Moraes Pompeu – 57 (cinquenta e sete) anos, 06 (seis) meses e 20 (vinte) dias de reclusão, além do pagamento de 5.986 (cinco mil, novecentos e oitenta e seis) dias-multa;
  • José Victor Corneto Fernandes – 21 (vinte e um) anos de reclusão, além do pagamento de 2.425 (dois mil quatrocentos e vinte e cinco) dias multa;
  • Valdecir Antunes – 32 (trinta e dois) anos e 08 (oito) meses de reclusão, além do pagamento de 3.498 (três mil, quatrocentos e noventa e oito) dias-multa;
  • João Benedito De Freitas – 09 (nove) anos e 04 (quatro) meses de reclusão e pagamento de 1.166 (mil e cento e sessenta e seis) dias-multa;
  • Luiz Antônio Ribeiro – 54 (cinquenta e quatro) anos e 04 (quatro) meses de reclusão, além do pagamento de 5.633 (cinco mil seiscentos e trinta e três) dias-multa;
  • Alex Tavares De Figueiredo – 23 (vinte e três) anos e 04 (quatro) meses de reclusão, além do pagamento de 2.533 (dois mil, quinhentos e trinta e três) dias-multa;
  • Paulo Sérgio Barbosa – 27 (vinte e sete) anos e 06 (seis) meses de reclusão, além do pagamento de 2.950 (dois mil novecentos e cinquenta) dias multa;

As condenações só foram possíveis devido ao árduo trabalho desenvolvido pela Polícia Civil de Bastos e toda região, sob o comando do Dr. Sandro Resina Simões, que no ato das prisões asseverou, “o sucesso da Operação Policial é fruto da dedicação de todos os Policiais Civis que participaram direta ou indiretamente das diligências, bem como ao Poder Judiciário e ao Ministério Público, nas figuras do Juiz de Direito e do Promotor de Justiça de Bastos, pelo incondicional apoio ao trabalho desenvolvido.”

Uma ótimo exemplo de que o crime não compensa, e que os esforços dos incansáveis profissionais da segurança pública tornam nossa região um lugar melhor para viver. 

Redação Mais Tupã!

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso. https://portal.maistupa.com/termos-de-uso-comentarios-facebook/


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]