PolíticaTodasFEBOM

Mariane Mariane5 de setembro de 2018
https://i1.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2016/07/dia-do-bombeiro3.jpg?fit=668%2C535&ssl=1

Câmara Municipal de Tupã aprova criação do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros – FEBOM. Pessoas físicas e jurídicas podem realizar doações.

A Câmara Municipal aprovou na sessão ordinária realizada na noite da última segunda-feira, dia 3, após muitas discussões, o Febom (Fundo Especial do Corpo de Bombeiros). 
O projeto foi criado pelo Executivo para arrecadar recursos financeiros com o objetivo de custear as despesas do Posto de Bombeiros de Tupã.
No mês de fevereiro, os vereadores aprovaram por unanimidade o projeto de lei que estabeleceu o fim da cobrança da taxa de incêndio mantida pela prefeitura.
A taxa era cobrada junto ao carnê de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) com a finalidade de cobrir os gastos que a Prefeitura de Tupã tinha com a manutenção dos serviços do Corpo de Bombeiros. 
A taxa foi considerada inconstitucional pelo STF (Supremo Tribunal Federal), no ano passado. Depois de muita polêmica e desencontro de informações, finalmente a prefeitura resolveu acatar a decisão. Com o fim dessa cobrança, a prefeitura criou um novo projeto para arrecadar fundos e custear as despesas do Posto de Bombeiros de Tupã.

Projeto
O projeto aprovado na última segunda-feira pela Câmara Municipal destaca que as receitas do Febom serão constituídas por auxílios, subvenções, repasses ou dotações municipais, estaduais e federais, além de doações de instituições públicas e privadas destinados ao Corpo de Bombeiros de Tupã; recursos decorrentes da alienação de bens, viaturas, equipamentos e materiais do Corpo de Bombeiros considerados inservíveis ou obsoletos; quaisquer outras rendas relacionadas com atividades do Corpo de Bombeiros; juros bancários e rendas de capital provenientes da imobilização ou ampliação de recursos do Febom; multas judiciais e valores oriundos de Termos de Ajustamento de Conduta (TACs); recursos advindos da coparticipação de municípios constantes da área de atuação do Corpo de Bombeiros de Tupã, ajustados em convênio; e  doação voluntária de simpatizantes da corporação. “As receitas e despesas integrarão a Lei Orçamentária Anual por meio de previsão orçamentária, ou serão integradas mediante créditos adicionais autorizados por Lei”, ressalta a lei.
O projeto explica que os recursos constituídos no fundo serão obrigatoriamente depositados em instituições financeiras oficiais, em conta especial do Febom, que será gerida por um conselho diretor.
O conselho diretor composto pelo prefeito ou seu representante, como presidente; comandante do Corpo de Bombeiros de Tupã, como vice-presidente; servidor municipal titular de cargo efetivo lotado na Secretaria Municipal de Economia e Finanças; e membro indicado pelas associações civis organizadas do município de Tupã. Como se observa, não há paridade. “O mandato dos membros do conselho diretor coincidirá com o do prefeito, sendo suas funções exercidas gratuitamente, vedado qualquer tipo de remuneração ou gratificação, mas consideradas como relevantes serviços prestados ao município”, destaca a lei.
Cada membro do conselho diretor do Febom terá um respectivo suplente da mesma categoria representada. Caso ocorra renúncia ou licença, será convocado o membro suplente que ocupará a vaga com direito a voto.
O conselho diretor deliberará por meio de votos de seus membros, registrados em ata, facultando aos membros a justificativa de que seus votos e suas decisões serão tomadas por maioria simples de voto, devendo estar presente a maioria absoluta de seus membros.
O conselho diretor deverá se reunir ordinariamente a cada 60  dias, ou extraordinariamente a qualquer tempo, mediante convocação, por qualquer de seus membros.
Os membros do conselho diretor são responsáveis pela fiscalização do saldo bancário, aplicação dos recursos e realização de despesas, aquisição e alienação de bens, sua guarda, conservação e manutenção das viaturas e equipamentos feitos pelo Corpo de Bombeiros. “Exceção às despesas de caráter continuado e às de pequeno valor, a decisão para aplicação dos recursos do Febom, previstos no orçamento ou em créditos adicionais, é de competência do conselho diretor, cabendo à Prefeitura Municipal a prestação de contas na forma e nos prazos estabelecidos na legislação vigente, observadas as normas aplicáveis quanto à aquisição e à alienação de bens públicos, contratação de compras e serviços e tudo mais que for estabelecido para a despesa pública”, explica projeto. “Os bens adquiridos com recursos do Febom serão destinados ao Corpo de Bombeiros e incorporados ao patrimônio público municipal”, acrescenta.
O projeto destaca ainda que o saldo positivo dos recursos do Febom apurados no final do exercício financeiro será transferido para o exercício seguinte a crédito do mesmo Fundo como receita, desde que previsto no orçamento do exercício seguinte, ou será aplicado mediante crédito adicional, autorizado por lei. A conta bancária do Febom somente será movimentada mediante a assinatura, em conjunto, do presidente, vice-presidente e responsável pela tesouraria do município de Tupã, que prestarão contas ao conselho diretor e à administração municipal para o acompanhamento e prestação de contas nos prazos e na forma previstos em lei”. 
O projeto, que teve alterações na Câmara Municipal, segue para sanção ou rejeição do  prefeito José Ricardo Raymundo (PV), autor da proposta.
Cabe ressaltar que a prefeitura poderá alterar o texto aprovado pela Câmara Municipal, por decreto.
Gastos
Segundo o Portal da Transparência, a Prefeitura de Tupã gastou entre os dias 1º de janeiro a 3 de setembro deste ano, com a manutenção do Corpo de Bombeiros, R$ 239.215,23, o que corresponde a cerca de R$ 29.901,00 por mês.

Fonte: Jornal Diário de Tupã

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso. https://portal.maistupa.com/termos-de-uso-comentarios-facebook/


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]