CulturaNotíciasTodasFestival de Teatro

Mariane Mariane21 de maio de 2018

Festival Nacional de Teatro tem duas apresentação hoje no Clube dos Comerciários.

O Festival Nacional de Teatro, que compõe o Prêmio Nacional de Teatro, continua hoje com mais duas apresentações. O evento começou no último sábado e segue até o dia 27, no Clube dos Comerciários e no Espaço das Artes. 

A edição deste ano contará com diversas apresentações teatrais de variados estilos de dramaturgia, além de duas oficinas para aperfeiçoamento de técnicas. 
O Festival de Teatro também homenageia o ator, diretor e iluminador tupãense de grande expressão no meio artístico, Sandro Nascimento. 

Durante o festival, a entrada é franca e haverá espetáculos para todas as idades. Ainda durante a programação, haverá exposição fotográfica das edições anteriores do festival. A exposição pertence ao fotógrafo Eduardo Dantas.

Hoje
Nesta segunda-feira, dia 21, às 15 horas, acontecerá o espetáculo “A Mochila Amarela”, da Cia Apocalíptica, da cidade de São José do Rio Preto, com classificação indicativa livre. A peça acontecerá no Clube dos Comerciários.
“A Mochila Amarela” conta a história de uma menina que entra em conflito consigo mesma e com a família, ao reprimir três grandes vontades (que ela esconde em uma mochila amarela) – de ser gente grande, de ter nascido menino e a de se tornar escritora. A partir dessa revelação – por si mesma uma contestação à estrutura familiar tradicional em cujo meio “criança não tem vontade” – essa menina sensível e imaginativa nos conta o seu dia a dia, juntando o mundo real da família ao mundo criado por sua imaginação fértil e povoado de amigos secretos e fantasias. Ao mesmo tempo que se sucedem episódios reais e fantásticos, uma aventura espiritual se processa e a menina segue rumo à sua afirmação como pessoa.

Noite

Ainda nesta segunda, às 20 horas, haverá o espetáculo “Da Pele ao Barro”, da Cia L2, da cidade de Londrina (PR), com classificação indicativa adulto 16 anos. A peça acontecerá no Clube dos Comerciários de Tupã.
“Da Pele ao Barro” é um espetáculo que surgiu a partir da investigação do estatuário de Camille Claudel. Cada novo quadro de esculturas esboça nuances de situações enfrentadas pela mulher e a conquista de seu espaço na sociedade artística do século XIX. Um trabalho de investigação dos músculos para construção e desconstrução das esculturas, aproximando os corpos dos atores a argila e ao gesso. Esculturas pulsam, vivem.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso. https://portal.maistupa.com/termos-de-uso-comentarios-facebook/


Comentários

Veja também

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]