DestaqueTodasCondenação

Mais Tupã Mais Tupã7 de maio de 2018
https://i1.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2017/11/policia-civil2.jpg?fit=668%2C535&ssl=1

28 pessoas foram condenadas por tráfico de entorpecentes pela Justiça de Bastos. Investigações que levaram as condenações foram coordenadas pela Delegacia de Iacri. Condenados são de Iacri, Tupã, Bastos e Marília.

No dia 10 de dezembro de 2015, a Polícia Civil, através da Delegacia de Polícia de Iacri, deflagrou uma grande operação, denominada Operação Amazonas, com a finalidade de coibir a prática do crime de Tráfico de Drogas. A Investigação Policial durou aproximadamente um ano e resultou no indiciamento de 28 autores, sendo eles moradores da cidade de Iacri, Bastos, Tupã e Marília.

Após as prisões, o Inquérito Policial foi concluído e remetido à Justiça, quando então o Ministério Público ofereceu denúncia, a qual foi recebida pelo Poder Judiciário, tornando réus, os 28 autores.

Após todo o trâmite processual, o MM Juiz de Direito da Comarca de Bastos proferiu sentença, condenando todos os Réus, com penas que variam de 06 a 25 anos de reclusão em regime fechado, pelos crimes de Tráfico de Drogas e Associação ao Tráfico de Drogas.

A Polícia Civil de Iacri continuará trabalhando diuturnamente buscando combater o Tráfico de Drogas na cidade e faz um alerta: quem comete esse tipo de crime está sujeito a altas penas, como as que foram aplicadas no caso em questão.

As penas pelos crimes de Tráfico de Drogas e Associação para o tráfico de drogas, aplicadas pelo Poder Judiciário foram exemplares e aplicadas como segue:

A.L.S., vulgo “Capone” morador da cidade de Bastos– 20 anos de reclusão em regime fechado;

T.E.S e sua irmã K.E.S., moradoras de Iacri – 13 anos de reclusão em regime fechado;

D.F. e sua filha T.S.F.S., moradoras de Iacri e Bastos – 13 anos de reclusão em regime fechado;

D.A.X. morador da cidade de Bastos – 17 anos e 08 meses de reclusão em regime fechado;

F.M. morador da cidade de Bastos – 19 anos de reclusão em regime fechado;

D.P. morador da cidade de Bastos – 19 anos de reclusão em regime fechado;

C.C. morador da cidade de Tupã – 20 anos de reclusão em regime fechado;

R.D.F. morador da cidade de Tupã – 25 anos de reclusão em regime fechado;

V.V., morador da cidade de Tupã – 18 anos de reclusão em regime fechado;

J.P.H. morador da cidade de Iacri – 17 anos de reclusão em regime fechado;

V.S.B., morador da cidade de Iacri – 25 anos de reclusão em regime fechado;

L.F. morador da cidade de Bastos – 15 anos de reclusão em regime fechado;

W.T. morador da cidade de Bastos – 17 anos de reclusão em regime fechado;

P.R.C. morador da cidade de Iacri – 17 anos de reclusão em regime fechado;

A.S.Q.A. morador da cidade de Iacri – 21 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado;

R.G. morador da cidade de Tupã – 16 anos de reclusão em regime fechado;

S.W.M., vulgo “Carandiru”, morador da cidade de Iacri – 10 anos re reclusão em regime fechado;

C.M.A.S., vulgo “Baby”, morador da cidade de Tupã – 23 anos e 04 meses de reclusão em regime fechado;

C.A.M.  morador da cidade de Tupã – 25 anos de reclusão em regime fechado;

F.P.V., vulgo “Precioso”, morador da cidade de Marília – 20 anos de reclusão em regime fechado;

N.P.L., vulgo “Nilsinho”, morador da cidade de Tupã – 17 anos de reclusão em regime fechado;

R.P.F., vulgo “Magrão”, morador da cidade de Tupã –  17 anos de reclusão em regime fechado;

J.B., vulgo “Jê”, morador da cidade de Iacri – 17 anos de reclusão em regime fechado;

V.H.S., vulgo Binão, morador da cidade de Tupã – 25 anos de reclusão em regime fechado;

L.P. morador da cidade de Tupã – 8 anos.

As condenações foram possíveis graças ao robusto conjunto probatório que o inquérito policial pode disponibilizar, destacando o empenho de todos os policiais civis envolvidos e do Ministério Público.

Dra. Milena Davoli de Melo, Delegada responsável pela investigação que culminou na condenação dos 28 traficantes.

Assessoria Polícia Civil





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]

error: Content is protected !!