CulturaCultura e EducaçãoNotíciasTodasProgramação Museu

Mais Tupã Mais Tupã1 de setembro de 2016
https://i1.wp.com/portal.maistupa.com/wp-content/uploads/2016/03/museu.jpg?fit=668%2C535&ssl=1

Museu já tem programação definida para setembro

museu

Um dos principais pontos turísticos e culturais de Tupã, o Museu Histórico e Pedagógico “Índia Vanuíre” definiu a sua programação para o mês de setembro, que começa amanhã, dia 1°. 

O público regional poderá conferir e anotar na agenda as próximas atividades, que prometem muitas atrações e programações especiais, como a 3ª Mostra de Museus e a 10ª Primavera dos Museus.
Vale lembrar que o Museu “Índia Vanuíre” fica na na Rua Coroados, 521, centro de Tupã. Mais informações podem ser obtidas na sede da instituição. O horário de funcionamento é de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas. Outras informações podem ser obtidas também através do telefone (14) 3491-2333 ou no site: www.museuindia vanuire.org.br

Programação

Confira a seguir a programação prevista:

O Olhar é o Sentir Pelas Mãos

Datas: 2, 9, 16, 23 e  30/9/2016

O projeto O Olhar é o Sentir Pelas Mãos é uma ação conjunta sociocultural com o programa Vida Iluminada, da Unimed, com a intenção de incentivar a inclusão de deficientes visuais, para que se tornem frequentadores do Museu “Índia Vanuíre”, promovendo também a convivência da equipe da instituição com o público cego. A ação despertará no grupo momentos de aprendizado e reflexões para a vida no cotidiano. Neste mês, será dada a continuidade na confecção de fruteira e vaso feito com dobradura de jornal, escolhida pelos participantes nas atividades anteriores.

 

Oficinas para Famílias

Datas: 3, 4, 10, 11, 17,  24 e 15/9/2016

Horário: das 10 às 16 horas

Aos sábados e domingos são realizadas oficinas culturais para famílias. A programação desenvolverá atividades lúdicas e reflexivas com os participantes, como forma de uma maior integração família e museu. Pensando em discutir o tema Independência do Brasil e relacioná-lo com a Revolução Constitucionalista – abordada no primeiro módulo “Creio em Tupã”, serão desenvolvidas oficinas de confecção de chapéus e espadas em jornais e cartolina.

Aguçando as Memórias

Datas: 13 e 27/9/2016

Horário: das 14 às 15:30h

O tema do Aguçando as Memórias de 2016 é “Recordando a Infância”. O projeto continuará contribuindo para a inclusão social e cultural do idoso, para que ele seja capaz de alcançar suas potencialidades e saberes ao reviver os bons momentos da vida e, assim, enxergar tudo de uma maneira mais positiva, trazendo de volta a autoestima, através das memórias e da busca afetiva das lembranças. Será abordada a importância da sexualidade e da saúde do idoso, com a realização de uma palestra com um profissional da área.

Museu e Cidadania

Datas: 14 e 21/9/2016

O Museu “Índia Vanuíre” receberá o público da Clínica Dom Bosco para explorar os conteúdos do acervo e das exposições temporárias de forma acessível e lúdica. A ação tem como objetivo promover a inclusão sociocultural. O museu desenvolverá atividades que abordarão a temática indígena junto à sustentabilidade, tendo como objetivo fazer com que o grupo participante se conscientize e torne-se defensor do meio ambiente. Na ocasião, serão realizadas atividades de confecção de brinquedos com materiais recicláveis. Também será realizada atividade de plantio de árvores nativas na “Chácara Bruno e Maria”, no município de Tupã. Essas atividades visam estimular ações de conscientização sobre a preservação ambiental, proporcionando uma reflexão sobre a importância da conservação e preservação da fauna e da flora brasileira.

 

Em Cartaz no Museu

Data: 30/9/2016

Horário: às 9 e às 14 horas

Para que novas gerações reconheçam a contribuição dos diversos grupos para a formação de nosso País será exibido um documentário no auditório da instituição, seguido por uma roda de conversa com os participantes. O vídeo escolhido é o episódio “Primeiros Contatos”, da série Índios do Brasil. No documentário, trechos do filme “Sertão, Entre os Índios do Brasil Central”, de Genil Vasconcelos, mostram o primeiro contato de índios xavantes, da região Centro-Oeste, com não índios, na década de 50. O episódio traz ainda cenas do filme “Guerra de Pacificação na Amazônia”, de Yves Billion, e aborda os impactos sofridos pelos índios do Noroeste do Brasil pelo contato com as frentes de expansão, na década de 70.

 

Exposição: Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang – de Geração em Geração

Local: Museu Índia Vanuíre

Horário: das 9 às 17 horas

A exposição Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang: de Geração em Geração é uma autonarrativa com o intuito de promover a tradição, o processo e as técnicas de confecção da cerâmica kaingang, valorizando o conhecimento e os afazeres dos indígenas mais velhos e sábios. Todos esses aspectos, materiais e imateriais, serão apresentados ao público através de uma exposição bilíngue (kaingang e português), que contará com objetos, imagens fotográficas e vídeo.

 

 

Fonte: Jornal Diário.

 





Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso.


Comentários

Contato (14) 3722 8957 Endereço Rua Cherentes, 250 - 11° andar - sala 113. Tupã-SP Cep 17.600-090 e-mail: [email protected]